Bem vinda, Visitante! [Registrar-se | Entrar

A carne de coelho

A carne de coelho, DESTAQUES 16 de outubro de 2018

A carne de coelho

A carne de coelho criado e alimentado de acordo com as técnicas adequadas, é uma carne branca, saborosa e macia, de gordura branca, muito “rica”, isto é, possuindo elevado teor de proteínas, sais minerais, vitaminas, etc., e muito “leve”, ou seja, de fácil digestão, sendo considerada uma carne sofisticada, que satisfaz aos paladares mais exigentes.

Praticamente, a carne de coelho não apresenta colesterol em sua composição, pois nela encontramos apenas leves traços desse elemento considerado tão pernicioso à saúde.

Pelas suas características, podemos afirmar que a carne de coelho é uma das melhores, se não a melhor carne para alimentação humana, podendo ser consumida não só por pessoas sadias, mas também por convalescentes, doentes e pessoas que tenham um “estômago mais fraco”. Pelos mesmos motivos, pode fazer parte da alimentação de crianças, desde a mais tenra idade.

Como se trata de uma carne muito saborosa e por seu valor como alimento, a carne de coelho é consumida em grande escala por toda a Europa, principalmente na França e na Espanha, que são dois dos maiores produtores de carne de coelho do mundo. Além deles, os Estados Unidos, como maior produtor mundial, são um dos principais centros consumidores deste tipo de carne.

No Brasil, atualmente, o consumo de carne de coelho ainda é muito irregular, apesar de ser uma carne que se adapta bastante ao gosto da culinária brasileira. O principal motivo pelo qual esse tipo de carne não é consumido em escala comparável às carnes mais comuns na alimentação do brasileiro é o tamanho reduzido da produção e a falta de organização no setor, que não vem conseguindo difundir o hábito do consumo e nem mesmo divulgar as grandes qualidades desta carne.

Características e composição da carne

Para que a carne de coelho seja de boa qualidade e se apresente em boas condições e com um bom aspecto, o animal deve ser abatido para consumo quando apresentar um bom aspecto geral, seja sadio, forte e gordo. De acordo com análises realizadas pelo departamento de economia doméstica dos Estados Unidos, a composição da carne de coelho é a seguinte:
Elementos %

Água 67,86 Proteínas 25,50 Gorduras 4,01 Sais minerais 2,13 Matérias não azotadas 0,50

Outra qualidade muito importante apresentada pela carne de coelho é o seu baixo teor de colesterol, pois contém apenas traços desse elemento tão nocivo à saúde. A seguir, mostraremos uma tabela elucidativa que mostra a diferença entre os teores de colesterol das carnes de alguns animais:

Carne (em 100g)
Coelho 50mg, Frango 90mg, Porco 105mg, Vaca 125mg, Boi 140mg.

O post A carne de coelho apareceu primeiro em Celeiro do Brasil.

Sem tags

167 total de visualizações, 2 hoje

  

Links patrocinados

Site do Café
  • Vaca é vendida por preço recorde neste ano: R$ 1,95 milhão

    de em 30 de outubro de 2019 - 0 Comentários

    Vaca é vendida por preço recorde neste ano: R$ 1,95 milhão A economia continua patinando, mas os negócios nos leilões de elite seguem de vento em popa e movimentando cifras milionárias. A vaca nelore Jamaya da Di Gênio foi vendida no 5º Encontro Vila Real, pregão realizado em Brotas (SP), no último dia 26, por […]

    O post Vaca é vendida por preço recorde neste ano: R$ 1,95 milhão apareceu primeiro em Celeiro do Brasil.

  • Vaca Louca

    de em 8 de novembro de 2019 - 0 Comentários

    “DOENÇA DA VACA LOUCA” é o termo vulgar denominado da enfermidade Encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB). É uma doença infecciosa que causa lesões neurodegenerativas (degenera o cérebro) progressivas e levam o animal à morte. Supõe-se que a epdemia da Vaca Louca, teve início na Inglaterra em 1985, porém, além da Grã-Bretanha, a doença já foi diagnosticada […]

    O post Vaca Louca apareceu primeiro em Celeiro do Brasil.

  • Vaca Louca

    de em 8 de novembro de 2019 - 0 Comentários

    “DOENÇA DA VACA LOUCA” é o termo vulgar denominado da enfermidade Encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB). É uma doença infecciosa que causa lesões neurodegenerativas (degenera o cérebro) progressivas e levam o animal à morte. Supõe-se que a epdemia da Vaca Louca, teve início na Inglaterra em 1985, porém, além da Grã-Bretanha, a doença já foi diagnosticada […]

    O post Vaca Louca apareceu primeiro em Celeiro do Brasil.

  • Produção comercial de rãs

    de em 30 de outubro de 2019 - 0 Comentários

    A criação de rãs ou ranicultura é uma atividade pecuária das mais lucrativas, desde que desenvolvida de maneira adequada, com um padrão zootécnico elevado. Desta forma, poderemos obter uma alta produtividade e, conseqüentemente, boa lucratividade. As condições em um ranário são completamente diferentes das encontradas pelas rãs na natureza, pois o nosso objetivo ao criá-las […]

    O post Produção comercial de rãs apareceu primeiro em Celeiro do Brasil.

  • Vaca Louca

    de em 8 de novembro de 2019 - 0 Comentários

    “DOENÇA DA VACA LOUCA” é o termo vulgar denominado da enfermidade Encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB). É uma doença infecciosa que causa lesões neurodegenerativas (degenera o cérebro) progressivas e levam o animal à morte. Supõe-se que a epdemia da Vaca Louca, teve início na Inglaterra em 1985, porém, além da Grã-Bretanha, a doença já foi diagnosticada […]

    O post Vaca Louca apareceu primeiro em Celeiro do Brasil.