Bem vinda, Visitante! [ Registrar-se | Entrar

Como escolher a raça dos caprinos

Como escolher a raça dos caprinos, DESTAQUES 8 de outubro de 2018

Como escolher a raça dos caprinos

A escolha da raça é de grande importância, pois dela pode depender todo o sucesso da criação. Por essa razão, o criador deve levar em consideração uma série de fatores, entre os quais:

– resistência;

– precocidade;
– capacidade de adaptação às condições da região;
– produção desejada, etc.

Embora existam muitas e boas raças e variedades, aconselhamos, exceto em casos especiais, que o criador crie uma só raça, pois isso facilitará o manejo, baixará os custos de produção e diminuirá os problemas na criação.

Como o que interessa são os lucros, o criador não deve ficar fazendo experiências, que lhe podem sair muito caras. Assim sendo, deve escolher, de um modo geral e quando as condições o permitirem, raças melhoradas aperfeiçoadas, de preferência já provadas ou adaptadas à sua região. O melhor e mais barato é aproveitar a experiência dos outros.

Na escolha da raça, portanto, o criador deverá tomar todo o cuidado, encarando uma série de fatores, para que suas possibilidades de acertar sejam as maiores. Assim sendo, deverá levar em consideração os seguintes pontos:

– sua preferência pessoal por uma raça, quando isso for possível;
– condições ambientais, ou seja, clima, temperatura, umidade relativa do ar, altitude, etc., da região em que pretende criar os caprinos;
– características do imóvel: área total, área destinada à criação, relevo (se é montanhoso, de várzea, etc.);
– qualidade e fertilidade da terra, para a produção das forrageiras;
– água para dar aos animais, para banhos, limpeza, etc.;

– se os terrenos são baixos e úmidos ou se são secos e altos;
– qual o objetivo da produção: venda de leite – venda de queijos – venda de carne – venda de reprodutores selecionados – venda de leite e produção de cabritinhos, etc.;
– verificar as possibilidades dessas explorações, na sua região, pois do mercado consumidor dependerá as suas vendas e, portanto, o seu sucesso;
– quais as raças já existentes e preferidas pelos criadores da região;
– quando 2 ou mais raças são indicadas, deve ser escolhida a que produza mais e mais economicamente.

Em certas regiões, como sabemos, não é possível a introdução de rebanhos puros, devido às condições adversas. Outras vezes, o criador já possui um rebanho de animais “pé duro”, ou seja, comuns, mas já bem adaptados à sua região. Nesses dois casos, o melhor é escolher um bom reprodutor de uma raça aperfeiçoada, eliminar os bodes comuns já existentes e colocá-lo para cobrir as fêmeas desse rebanho.

Os resultados são muito bons, normalmente, como já comprovamos, inclusive em nossa criação, pois os animais nascidos desses acasalamentos são maiores, mais pesados e produzem mais leite do que as fêmeas que lhes deram origem. Esse é o caminho mais barato e rápido para a melhoria de nossos rebanhos caprinos.

O post Como escolher a raça dos caprinos apareceu primeiro em Celeiro do Brasil.

Sem tags

119 total de visualizações, 1 hoje

  

Links patrocinados

Site do Café