Bem vinda, Visitante! [ Registrar-se | Entrar

Criação de escargots em galpões

Criação de escargots em galpões, DESTAQUES 4 de novembro de 2018

Criação de escargots em galpões

A criação de escargots pode ser feita ao ar livre, ou seja, em parques ou outras instalações sem cobertura para proteger os animais das chuvas e do sol diretos sobre eles. Mesmo os parques com telas para proteção contra predadores são considerados “ao ar livre”.

Já a criação em galpão ou construções com coberturas de telhas ou de outros materiais que protejam os animais das chuvas, do sol e também dos ventos, apresentam uma série de vantagens e, por estas razões, são as mais indicadas. O único inconveniente desse tipo de instalação é que exige um maior investimento inicial.

Devemos notar, no entanto, que essas construções não precisam ser caras ou luxuosas, mas que podem ser bem baratas e bastante rústicas, desde que possuam algumas características exigidas para esse tipo de criação. Podemos, também, aproveitar outras construções já prontas ou mesmo já usadas para outras criações, como paióis, depósitos de materiais, estábulos, cocheiras, pocilgas, galinheiros, etc., sendo possível adaptá-las com facilidade e com poucas despesas.

O objetivo principal da criação em ambientes fechados é a possibilidade de controle das condições ambientais, para que possam ser oferecidas aos escargots as melhores condições possíveis para as suas necessidades orgânicas. Portanto, o que buscamos com esse tipo de construção são os seguintes objetivos ou vantagens:

– Controle da temperatura, permitindo que mantenhamos dentro dos limites exigidos pelos escargots e sempre constante, durante todo o ano, quando isso for aconselhável.

– Manutenção de um grau de umidade satisfatório para manter esses moluscos em atividade, evitando que sofram desidratações.

– Podemos controlar o grau e o tempo de luminosidade dentro do heliário.

– Permite que aproveitemos uma grande percentagem de ovos que seriam perdidos nas criações ao ar livre, que ficam sujeitas às condições climáticas.

– A percentagem de eclosão é muito maior do que em condições naturais.

– O número de animais criados até a idade adulta é muito maior, o que significa maiores lucros.

– O crescimento e o desenvolvimento dos animais é maior e mais rápido, devido às condições de vida que lhes são oferecidas.

– Os animais assim criados são mais precoces, não só ficando “prontos” para a comercialização com menos idade mas também atingem a puberdade mais cedo, o que significa sua entrada em reprodução mais cedo.

– Os escargots ficam totalmente protegidos dos predadores e dos competidores.

– Permite que sejam mantidas as melhores condições sanitárias na criação, evitando o aparecimento de doenças infecciosas ou parasitárias, bem como das orgânicas, pelo melhor manejo que recebem os animais.

– Permite que o criador mantenha um controle mais perfeito sobre toda a sua criação.

– Facilita a coleta dos escargots de todas as idades, de acordo com as necessidades de manejo.

– A distribuição dos alimentos é bastante facilitada.

– Os serviços podem ser executados quaisquer que sejam as condições do dia, sejam eles de sol ou de chuva, pois a criação estará protegida debaixo de coberturas.

Esse tipo de instalação é mais eficiente, ainda, para a incubação dos ovos, para os recém-nascidos e animais muito novos, pois os adultos são mais resistentes e toleram melhor as condições proporcionadas pelas criações ao ar livre.

O post Criação de escargots em galpões apareceu primeiro em Celeiro do Brasil.

Sem tags

115 total de visualizações, 1 hoje

  

Links patrocinados

Site do Café