Escorpiões – seus perigos e precauções necessárias

Os escorpiões são aracnídeos (isso mesmo, não são insetos!) e sua origem é pré-histórica, datada de mais de 400 milhões de anos. Desta forma, estes animais sobreviveram a todas as grandes catástrofes naturais que o planeta já viveu, sendo sobreviventes e, conseqüentemente, mais eficientes que grandes animais, como os gigantes dinossauros. Existem centenas de espécies de escorpiões e nem todas apresentam perigo para as pessoas, apesar de algumas espécies serem extremamente venenosas e letais. Podem viver até 5 anos, atingindo a maturidade sexual com cerca de 1 ano e meio.

O principal aspecto relacionado aos escorpiões que preocupa a maioria das pessoas é o seu veneno. São animais considerados perigosos e até mesmo mortais, pois seu veneno pode mesmo causar a morte. Não existem estatísticas confiáveis no Brasil, que relatem o número de acidentes por envenenamento de escorpião. Mesmo assim, podemos afirmar que crianças e pessoas idosas são mais suscetíveis, correndo maiores riscos quando expostos ao veneno destes animais.

Os escorpiões conseguem controlar a quantidade de veneno inoculado em uma ferroada, utilizando quantidades maiores para animais maiores ou quantidades reduzidas, quando o animal for pequeno. Entretanto, nem sempre o escorpião injeta seu veneno quando aplica a ferroada em uma presa.

Estes animais podem ser encontrados em quase todo o mundo, não sendo diferente aqui no Brasil. Mesmo em grandes cidades, como São Paulo, Rio de Janeiro, etc., os escorpiões podem ser facilmente encontrados, o que pode trazer grandes riscos às populações.

O primeiro cuidado a ser tomado para evitar acidentes com escorpiões é não acumular lixo ou entulho em quintais, pastos ou mesmo em garagens. Este lixo e a umidade criam um ambiente perfeito para a proliferação dos escorpiões. Outro cuidado que podemos ter é manter os ambientes sempre livres de insetos, pois estes são os principais alimentos dos escorpiões.

Quando uma pessoa é picada por um escorpião o primeiro sintoma é a dor, que pode ser localizada ou não. Outros sintomas possíveis são náuseas, vômitos e falta de ar. O veneno atua, principalmente, no sistema nervoso e pode causar morte por insuficiência cardíaca e respiratória. Se houver suspeita de ferroada de escorpião, a vítima deverá se encaminhar, o mais rápido possível, a um hospital ou ao centro de controle de zoonoses (CCZ) de sua cidade.

Adubo para Grama

O post Escorpiões – seus perigos e precauções necessárias apareceu primeiro em Celeiro do Brasil.

25 de novembro de 2019 22:22

358 visualizações, 0 hoje