Nova cerveja brasileira terá preço que varia conforme o desmatamento na Amazônia

Segundo a empresa fabricante, lucro será destinado a 600 famílias de ribeirinhos e pequenos agricultores no Pará

Para celebrar o Dia da Amazônia, neste sábado (5/9), a Cervejaria Colorado lançou uma cerveja cujo preço varia conforme os níveis de desmatamento no bioma. Se aumentarem, o valor sobe. Se caírem, ficará mas barato.

Segundo a empresa, além de colaborar com a conservação da floresta, a ideia com a Colorado Amazônica é beneficiar as comunidades tradicionais da região, ajudando desde a escolha dos ingredientes até a comercialização.

Por isso, 100% do valor arrecadado será destinado às mais de 600 famílias da Rede de Cantinas da Terra do Meio, no Pará, comunidade formada por ribeirinhos, indígenas e agricultores familiares, onde é produzido o babaçu, um dos ingredientes da bebida.

“Mais do que uma cerveja, assumimos um compromisso com a conservação da biodiversidade e estamos ao lado daqueles que respeitam e ajudam a manter a Amazônia em pé”, afirma Guilherme Poyares, gerente de marketing de Colorado.

Reajuste semanal

No projeto, a Colorado tem parceria da Origens Brasil, entidade que promove negócios sustentáveis no bioma, e do engenheiro florestal Tasso Azevedo, coordenador do MapBiomas, que criou um Índice de Reajuste de Preços da Amazônia (IRPA) cuja base é a comparação da média do desmatamento nas últimas quatro semanas e o mesmo período do ano anterior. A cada semana, o índice será calculado e indicará o percentual que será aplicado ao preço da cerveja pago pelo consumidor.

Ainda segundo a companhia, a Colorado Amazônica é uma Witbier, também conhecida como Belgian White, produzida com farinha de babaçu, pacová e casca de limão. O objetivo é ressaltar o sabor dos ingredientes da região amazônica e agradar o paladar brasileiro com 9 de IBU na escala de amargor. A bebida possui teor alcoólico de 4,5%.

site do café

O post Nova cerveja brasileira terá preço que varia conforme o desmatamento na Amazônia apareceu primeiro em Celeiro do Brasil.

4 de setembro de 2020 19:44

389 visualizações, 0 hoje