Bem vinda, Visitante! [Registrar-se | Entrar

O coelho gigante de Flandres

DESTAQUES, O coelho gigante de Flandres 14 de outubro de 2018

O coelho gigante de Flandres

O coelho gigante de Flandres é criado em grande escala na Bélgica, seu país de origem e onde sua criação sistemática fez com que atingisse um elevado padrão. Seu tamanho e peso foram obtidos por uma longa e constante seleção, aliada a uma consangüinidade e a um regime de superalimentação.

Atualmente, o gigante de Flandres é uma das raças de maior tamanho, atingindo seus exemplares mais de 10 quilos. O peso mínimo desta raça é de 5kg para os machos e 6kg para as fêmeas. É encontrado em todo o mundo e entra na formação de todas as raças de coelhos gigantes. É criado principalmente na Bélgica, França, Alemanha, Holanda, Inglaterra e Estados Unidos.

No Brasil existem boas criações, com ótimos exemplares. Muitas dessas criações, com tradição no mercado, obtém bastante sucesso com esses coelhos.

É um coelho que produz uma carne abundante e de boa qualidade, embora inferior à das raças médias e pequenas. Suas peles, embora não sejam da mesma qualidade das obtidas com as raças pequenas, médias e especializadas, atingem bons preços, devido ao seu grande tamanho.

Para que os coelhos atinjam o máximo de desenvolvimento que esta raça pode apresentar, são necessários maiores cuidados e uma alimentação especial ou mesmo uma superalimentação, o que não deixa de ser um sério inconveniente para os criadores, que terão um custo de alimentação maior.

Apresentam uma grande vantagem, pois sua introdução, em qualquer criação, faz com que aumente o tamanho dos coelhos comuns ou de outras raças e por conseguinte, o seu peso. É, portanto, aconselhável para a produção de mestiços, mas quando adotado o cruzamento intercorrente. Embora não sejam prolíficos como as das raças médias, as coelhas de Flandres são ótimas criadeiras.

Como ocorre com todos os gigantes, os coelhos dessa raça têm um crescimento mais lento e só atingem seu completo desenvolvimento com 1 ano de idade.

Variedades

O padrão belga reconhece 8 variedades:

– branca de olhos róseos;

– parda;

– as cinzas (3 tonalidades);

– preta;

– azul;

– fulva.

O post O coelho gigante de Flandres apareceu primeiro em Celeiro do Brasil.

Sem tags

125 total de visualizações, 1 hoje

  

Links patrocinados

Site do Café
  • Vaca é vendida por preço recorde neste ano: R$ 1,95 milhão

    de em 30 de outubro de 2019 - 0 Comentários

    Vaca é vendida por preço recorde neste ano: R$ 1,95 milhão A economia continua patinando, mas os negócios nos leilões de elite seguem de vento em popa e movimentando cifras milionárias. A vaca nelore Jamaya da Di Gênio foi vendida no 5º Encontro Vila Real, pregão realizado em Brotas (SP), no último dia 26, por […]

    O post Vaca é vendida por preço recorde neste ano: R$ 1,95 milhão apareceu primeiro em Celeiro do Brasil.

  • Vaca Louca

    de em 8 de novembro de 2019 - 0 Comentários

    “DOENÇA DA VACA LOUCA” é o termo vulgar denominado da enfermidade Encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB). É uma doença infecciosa que causa lesões neurodegenerativas (degenera o cérebro) progressivas e levam o animal à morte. Supõe-se que a epdemia da Vaca Louca, teve início na Inglaterra em 1985, porém, além da Grã-Bretanha, a doença já foi diagnosticada […]

    O post Vaca Louca apareceu primeiro em Celeiro do Brasil.

  • Vaca Louca

    de em 8 de novembro de 2019 - 0 Comentários

    “DOENÇA DA VACA LOUCA” é o termo vulgar denominado da enfermidade Encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB). É uma doença infecciosa que causa lesões neurodegenerativas (degenera o cérebro) progressivas e levam o animal à morte. Supõe-se que a epdemia da Vaca Louca, teve início na Inglaterra em 1985, porém, além da Grã-Bretanha, a doença já foi diagnosticada […]

    O post Vaca Louca apareceu primeiro em Celeiro do Brasil.

  • Produção comercial de rãs

    de em 30 de outubro de 2019 - 0 Comentários

    A criação de rãs ou ranicultura é uma atividade pecuária das mais lucrativas, desde que desenvolvida de maneira adequada, com um padrão zootécnico elevado. Desta forma, poderemos obter uma alta produtividade e, conseqüentemente, boa lucratividade. As condições em um ranário são completamente diferentes das encontradas pelas rãs na natureza, pois o nosso objetivo ao criá-las […]

    O post Produção comercial de rãs apareceu primeiro em Celeiro do Brasil.

  • Vaca Louca

    de em 8 de novembro de 2019 - 0 Comentários

    “DOENÇA DA VACA LOUCA” é o termo vulgar denominado da enfermidade Encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB). É uma doença infecciosa que causa lesões neurodegenerativas (degenera o cérebro) progressivas e levam o animal à morte. Supõe-se que a epdemia da Vaca Louca, teve início na Inglaterra em 1985, porém, além da Grã-Bretanha, a doença já foi diagnosticada […]

    O post Vaca Louca apareceu primeiro em Celeiro do Brasil.