Soja: atrasado, RS ainda não começou a colheita da safra 2020/2021

No mesmo período do ano passado, o estado já havia recolhido do campo 2% da área plantada, mesma porcentagem da média histórica

O levantamento da Emater-RS mostra que a colheita da soja 2020/2021 ainda não começou no estado. Em 2019/2020, neste mesmo período, os trabalhos já haviam iniciado em 2% da área. Por enquanto 7% das áreas estão em germinação, 33% em floração, 54% em enchimento de grãos e 6% em maturação.

No ano passado, na mesma época os percentuais eram: 4% em germinação, 19% em floração, 61% em enchimento de grãos, 14% em maturação e 2% colhidos.

Segundo a Emater, a alta luminosidade na semana contribuiu para o bom desenvolvimento das culturas de verão.

“Mas a oeste do Rio Grande do Sul, as chuvas estão mais escassas, podendo reduzir o potencial produtivo da cultura. Na maioria das demais regiões, o desenvolvimento é bom”, afirma a entidade.

Análise por regiões

Bagé

No geral as lavouras de soja continuam apresentando elevado potencial produtivo. Os menores volumes de chuva e a maior radiação solar do período foram favoráveis ao desenvolvimento das lavouras semeadas em dezembro, estabelecendo condições adequadas ao enchimento de grãos, fase da maior parte da área cultivada.

Campanha

As lavouras se recuperaram do estresse sofrido pelo excesso de precipitações de 8 a 14 de fevereiro. A taxa de crescimento das plantas foi bastante expressiva ao longo das últimas semanas, havendo muitas lavouras com plantas de porte superior a 1,5 metros, com risco de acamamento.

Fronteira Oeste, em São Borja

O volume insuficiente de chuvas, das últimas semanas, causa apreensão entre produtores, visto que a maior parte das lavouras se encontra no estádio reprodutivo, decisivo para a definição da produtividade. Em relação ao aspecto fitossanitário, produtores retomaram o manejo de pragas e doenças com aplicações de fungicidas e inseticidas. As lavouras continuam apresentando boa sanidade, com pequena incidência de mancha parda, oídio e crestamento, na Campanha. Na Fronteira Oeste, foi necessário realizar o controle de percevejo em parte das lavouras. Persiste a infestação significativa de buva (conyza sp), sendo que não há medida de controle efetivo contra esta planta invasora após o estabelecimento da cultura.

Caxias do Sul

As temperaturas amenas à noite aliadas à presença de umidade e ao dossel bem fechado são condições propícias à ocorrência do mofo branco. Em Vacaria, a média das temperaturas mínimas de 15 a 21 de fevereiro foi de apenas 11,8°C, com condição de molhamento foliar durante cerca de 10 horas por dia.

Erechim

A maior parte das áreas foram implantadas em novembro; 70% das lavouras em fase de enchimento de grãos, 30% em floração e formação do legume. A maioria das lavouras está com boa sanidade e livre de pragas e doenças.

Passo Fundo

O desenvolvimento da cultura apresenta-se com 5% em formação de vagem, 87% em enchimento de grãos, 5% em maturação fisiológica e 3% maduro por colher.

Frederico Westphalen

Por lá, 10% em fase de germinação e desenvolvimento vegetativo, 20% em floração, 65% em formação de grãos e 5% em maturação.

Santa Maria

Mais uma semana de condições meteorológicas favoráveis ao desenvolvimento das lavouras com sol, calor e umidade do solo ainda adequada para as plantas.

Pelotas

A cultura da soja está 100% nos estágios de floração e enchimento de grãos e continua sendo bastante beneficiada pelas constantes chuvas, exceto em cultivos localizados em terras baixas com drenagem ruim. O período com chuvas dificultou a entrada de máquinas para realização de tratos culturais, principalmente aplicação de fertilizantes, fungicidas e inseticidas. Mesmo assim, as lavouras estão em boas condições, com bom estande de plantas, boa altura e carga de vagens e sem problemas mais expressivos de doenças e pragas. As chuvas proporcionaram o restabelecimento da plena umidade no solo, justamente durante o enchimento de grãos, principal fase do cultivo da soja. Os tratamentos preventivos para a ferrugem da soja foram intensificados, objetivando prevenção e controle.

Soledade

Com 7% da área implantada no estado, a cultura segue com bom desenvolvimento e bom potencial produtivo. Tem seguimento o manejo de plantas invasoras com herbicidas. A incidência de pragas permanece baixa; continuam o monitoramento e o controle com aplicações de inseticidas junto com fungicidas. O estado fitossanitário permanece bom, com baixa incidência do mofo branco, monitorado e manejado com fungicidas, usados também para tratamentos preventivos contra a ferrugem, com aplicações calendarizadas.

 

site do café

O post Soja: atrasado, RS ainda não começou a colheita da safra 2020/2021 apareceu primeiro em Celeiro do Brasil.

26 de fevereiro de 2021 22:13

210 visualizações, 0 hoje