Tomate: baixas temperaturas limitam oferta e impulsionam preços

Segundo o Cepea, caixa de 18 a 20 kg comercializada na Ceagesp registrou alta de 52,9% na última semana.

 

As baixas temperaturas registradas nas últimas semanas retardaram a maturação dos tomates nas lavouras, o que limitou a colheita e reduziu a oferta disponível no mercado. Com isso, os preços do fruto dispararam, segundo acompanhamento do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq/USP).

Entre os dias 1º e 5 de junho, o preço do tomate salada longa vida 3A registrou alta nas centrais atacadistas acompanhadas pelo Hortifruti/Cepea. Na Ceagesp, a caixa de 18-20 kg foi comercializada na média de R$ 49,87, aumento de 52,9% frente à da semana anterior.

No Rio de Janeiro (RJ), a média foi de R$ 50,78, valorização de 23,19% na mesma comparação. Em Belo Horizonte (MG), a alta foi de 48,48%, para R$ 46,67 na última semana, e em Campinas (SP), a média foi de R$ 57,50, aumento de 51,62%.

 

site do café

 

O post Tomate: baixas temperaturas limitam oferta e impulsionam preços apareceu primeiro em Celeiro do Brasil.

11 de junho de 2020 11:06

279 visualizações, 1 hoje