Três dicas para pescar na chuva

Caso não haja riscos de trovões e outros problemas, uma chuva pode não atrapalhar a sua pescaria

Se não estiver trovoando, pescar na chuva pode ser uma experiência produtiva. Já que está molhado, o pescador tem mesmo é que compensar o tempo capturando mais peixes.

Quando chove há uma quebra de corrente na superfície e existe uma certa tendência de liberação natural de nutrientes, a qual atrai peixes menores. Nisso os predadores ficam à espreita. Por isso, é comum percebermos uma movimentação mais agitada enquanto as gotas de chuva estalam na superfície.

A seguir, apresentamos três dicas para pescar na chuva:

1 – Aposte na superfície: 

Como já citado, os peixes menores vão para a superfície em busca de alimentos e isso atrai os predadores. Uma isca que passa por essa camada d’água pode ser atrativa. Além do mais, as nuvens cobrem o sol e sem a luminosidade os peixes ficam mais à vontade para deixar o fundo e atacar.

2 – Trabalho acelerado:

Outra tática é fazer com que a isca faça mais estardalhaço e simule uma fuga. O predador, já provocado pelos próprios estalos dos pingos, irá atacar para não perder a chance de garantir a comida.

3 – Aposte nos escoamentos (válido para represas principalmente):

Caso encontre algum dreno, algum ponto que despeje a água da chuva, ali pode ser uma excelente alternativa, sobretudo se o lago ainda estiver “limpo”. Este ponto pode significar a entrega de alimentos para os peixes ou simplesmente uma novidade que traz movimento à agua.

O post Três dicas para pescar na chuva apareceu primeiro em Celeiro do Brasil.

3 de abril de 2019 12:55

531 visualizações, 0 hoje