Estudo indica que beber café pode ser bom para o fígado

Estudo indica que beber café pode ser bom para o fígado

Volta e meia aparecem pesquisas sugerindo benefícios e outras os malefícios de se tomar um cafezinho. A bola da vez é uma boa notícia para os amantes do líquido negro.

Pesquisadores do Instituto Nacional do Câncer revelaram que beber café descafeinado pode beneficiar a saúde do fígado. Os resultados do estudo publicado na revista Hepatology, um jornal da Associação Americana para o Estudo das Doenças do Fígado, mostram que o alto consumo de café, independentemente do teor de cafeína, foi associada à níveis mais baixos de enzimas hepáticas anormais. Isto sugere que os compostos químicos presentes no café, sendo a cafeína indiferente, podem ajudar a proteger o fígado. O consumo de café é altíssimo: mais de metade de todos os norte-americanos com mais de 18 anos bebem, em média, três xícaras por dia, segundo um relatório de 2010 da Associação Nacional do Café dos EUA. Além disso, a Associação Internacional do Café relata que o consumo aumentou um por cento a cada ano desde a década de 1980 e está aumentando para 2% nos últimos anos. Segundo eles, há estudos anteriores que descobriram que o consumo de café pode ajudar a diminuir o risco de desenvolver diabetes, doença cardiovascular, doença hepática gordurosa não alcoólica, cirrose e câncer de fígado. “Pesquisas anteriores descobriram que beber café pode ter um possível efeito protetor sobre o fígado. Entretanto, a evidência não estava clara se esse benefício pode se estender para o café descafeinado, ou seja, que não dependeria da cafeína”, explica o pesquisador-chefe Dr. Qian Xiao, do Instituto Nacional do Câncer em Bethesda, Maryland.

Para o presente estudo, os pesquisadores usaram dados da U.S. National Health and Nutrition Examination Survey (NHANES, 1999-2010). A população do estudo incluiu 27.793 participantes, com 20 anos de idade ou mais, que consumiu café em um período de 24 horas. A equipe mediu os níveis sanguíneos de vários marcadores da função hepática, incluindo aminotransferase (ALT), aspartato aminotransferase (AST), fosfatase alcalina (ALP) e gama glutamil transferase (GGT) para determinar a saúde do fígado. Os participantes que beberam três ou mais xícaras de café por dia tinham níveis mais baixos de ALT, AST, ALP e GGT em comparação com aqueles que não consumiram café.

Os pesquisadores também descobriram níveis baixos dessas enzimas hepáticas em participantes que beberam apenas café descafeinado. Dr. Xiao conclui: “Nossos resultados vincularam o consumo de café descafeinado com a redução dos níveis das enzimas hepáticas. Estes dados sugerem que a composição química do café, com exceção da cafeína, pode promover a saúde do fígado. No entanto, mais estudos são necessários para identificar esses componentes.” Certo, pelo menos por doenças hepáticas o café não é culpado. Falando nisso, já liberaram o ovo essa semana? E a lactose? E o glúten? Tô louca por um pedaço de bolo.

O post Estudo indica que beber café pode ser bom para o fígado apareceu primeiro em Celeiro do Brasil.

8 de dezembro de 2018 15:26

231 visualizações, 0 hoje