Bem vinda, Visitante! [Registrar-se | Entrar

Inseminação artificial em cabras

DESTAQUES, Inseminação artificial em cabras 4 de outubro de 2018

Inseminação artificial em cabras

É um método de reprodução pelo qual o sêmen é coletado do macho e, por meio de uma seringa especial, introduzido diretamente no útero (madre) da cabra que é assim enxertada sem nunca haver tido contato direto com o pai dos seus filhos. A inseminação intra uterina dá resultados positivos de 68%, enquanto que a vaginal, somente 23 a 28%.

A inseminação artificial apresenta enormes vantagens e nenhuma desvantagem. Entre elas, podemos citar:

– evita a transmissão de doenças, tanto às cabras quanto aos bodes;
– um só bode pode servir a centenas de cabras em um ano; permite grande economia na compra e manutenção de machos, pois o número de reprodutores a adquirir e sustentar é muitas vezes menor, permitindo a aquisição de machos muito melhores, pois permite ao criador gastar mais em cada compra;
– possibilita obter filhos de reprodutores cuja a importação seja impossível, mas cujo sêmen pode ser obtido; permite obter no rebanho, em pouco tempo, uma grande uniformidade de tipo e produção, devido ao nascimento de um grande número de filhos de um só reprodutor; permite fazer com que muitas fêmeas consideradas estéreis, entrem em gestação;
– como o sêmen, pelos modernos processos de conservação, pode ser guardado indefinidamente, podemos aproveitar o de reprodutores extraordinários, muitos anos após sua morte; o sêmen pode ser transportado com facilidade para qualquer parte, resultando em grande economia, por evitar a importação de reprodutores, em geral, de elevados preços.

A inseminação artificial, no entanto, apesar de todas as suas vantagens, só pode ser feita com o aproveitamento do sêmen de reprodutores de alto padrão zootécnico e somente por pessoal especializado. Por isso, só aconselhamos o seu emprego, por técnicos especializados ou pelo criador que fizer um curso, mesmo que prático, de inseminação artificial.

O bode tem uma libido excelente e, por isso, se masturba muito. Seu sêmen tem algumas peculiaridades: não deve ser misturado com gema de ovo para aumentar o seu volume, não deve ser congelado sem que seja feita uma boa lavagem nele, porque o líquido seminal oxida, ficando só os espermatozoides, por questões de técnica e conservação. As doses para a inseminação artificial preparadas pela Embrapa, possuem 300 milhões de espermatozoides por ml. É um sêmen muito concentrado, com 2 a 6 milhões de espermatozoides por ml³. Podemos fazer a diluição do sêmen fresco, resfriado até 48 horas na geladeira. O sêmen congelado a -196 ºC tem duração eterna. Como diluidor para o sêmen, podemos usar o leite desnatado, aplicando 0,05ml por cabra

Coleta do sêmen

Pode ser feita por vários métodos: massagem prepucial; eletro-ejaculador (dá sêmen muito diluído); vagina artificial, com água a 50 ºC, pois vai a 37 ou 40 ºC na hora da coleta. Para controlar a quantidade de água a ser colocada na vagina artificial, ou melhor, a sua pressão, deve-se utilizar o dedo mínimo.

O post Inseminação artificial em cabras apareceu primeiro em Celeiro do Brasil.

Sem tags

167 total de visualizações, 2 hoje

  

Links patrocinados

Site do Café
  • Vaca é vendida por preço recorde neste ano: R$ 1,95 milhão

    de em 30 de outubro de 2019 - 0 Comentários

    Vaca é vendida por preço recorde neste ano: R$ 1,95 milhão A economia continua patinando, mas os negócios nos leilões de elite seguem de vento em popa e movimentando cifras milionárias. A vaca nelore Jamaya da Di Gênio foi vendida no 5º Encontro Vila Real, pregão realizado em Brotas (SP), no último dia 26, por […]

    O post Vaca é vendida por preço recorde neste ano: R$ 1,95 milhão apareceu primeiro em Celeiro do Brasil.

  • Vaca Louca

    de em 8 de novembro de 2019 - 0 Comentários

    “DOENÇA DA VACA LOUCA” é o termo vulgar denominado da enfermidade Encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB). É uma doença infecciosa que causa lesões neurodegenerativas (degenera o cérebro) progressivas e levam o animal à morte. Supõe-se que a epdemia da Vaca Louca, teve início na Inglaterra em 1985, porém, além da Grã-Bretanha, a doença já foi diagnosticada […]

    O post Vaca Louca apareceu primeiro em Celeiro do Brasil.

  • Vaca Louca

    de em 8 de novembro de 2019 - 0 Comentários

    “DOENÇA DA VACA LOUCA” é o termo vulgar denominado da enfermidade Encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB). É uma doença infecciosa que causa lesões neurodegenerativas (degenera o cérebro) progressivas e levam o animal à morte. Supõe-se que a epdemia da Vaca Louca, teve início na Inglaterra em 1985, porém, além da Grã-Bretanha, a doença já foi diagnosticada […]

    O post Vaca Louca apareceu primeiro em Celeiro do Brasil.

  • Produção comercial de rãs

    de em 30 de outubro de 2019 - 0 Comentários

    A criação de rãs ou ranicultura é uma atividade pecuária das mais lucrativas, desde que desenvolvida de maneira adequada, com um padrão zootécnico elevado. Desta forma, poderemos obter uma alta produtividade e, conseqüentemente, boa lucratividade. As condições em um ranário são completamente diferentes das encontradas pelas rãs na natureza, pois o nosso objetivo ao criá-las […]

    O post Produção comercial de rãs apareceu primeiro em Celeiro do Brasil.

  • Vaca Louca

    de em 8 de novembro de 2019 - 0 Comentários

    “DOENÇA DA VACA LOUCA” é o termo vulgar denominado da enfermidade Encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB). É uma doença infecciosa que causa lesões neurodegenerativas (degenera o cérebro) progressivas e levam o animal à morte. Supõe-se que a epdemia da Vaca Louca, teve início na Inglaterra em 1985, porém, além da Grã-Bretanha, a doença já foi diagnosticada […]

    O post Vaca Louca apareceu primeiro em Celeiro do Brasil.