Quase metade da safra de pêssego pode se perder no Rio Grande do Sul

Produtores de pêssego do sul do Rio Grande do Sul já estimam perda de até 40% na safra desse ano.

Além do calor excessivo no começo do inverno e da umidade e frio nos meses de agosto e setembro, choveu muito no período em que o pêssego estava quase pronto.

A cidade de Pelotas é a maior produtora de pêssego para indústria, que também sente a quebra da produção. Por ano, são comercializadas em torno de 50 milhões de latas de compota. Neste ano, o volume não deve passar de 35 milhões.

Adubo para Grama

O post Quase metade da safra de pêssego pode se perder no Rio Grande do Sul apareceu primeiro em Celeiro do Brasil.

4 de dezembro de 2019 17:27

495 visualizações, 1 hoje