Bem vinda, Visitante! [ Registrar-se | Entrar

Sintomas e cuidados com a gestação das cabras

DESTAQUES, Sintomas e cuidados com a gestação das cabras 4 de outubro de 2018

Sintomas e cuidados com a gestação das cabras

Quando em gestação, as cabras sofrem modificações na sua conformação e alterações fisiológicas ou de funcionamento, sendo que as locais são principalmente no útero, que aumenta de volume, modifica sua forma, sua consistência, sua localização, sua contractibilidade e sua excitabilidade e pode se contrair.

Os ovários ficam aumentados devido à presença dos corpos lúteos ou amarelos; a vagina fica flexível e se distende; a vulva torna-se congestionada (inchada) e avermelhada. As glândulas mamárias também aumentam de volume e seu ventre ou barriga vai crescendo.

Além dessas modificações locais, anatômicas e fisiológicas, existem ainda as de ordem geral, que afetam as funções orgânicas gerais. Entre elas, destacam-se:

– desaparece o cio;
– ficam mais calmas;
– digestão mais ativa, aumenta o seu apetite e, por conseqüência, as cabras enxertadas começam a engordar com mais facilidade;
– sua respiração fica mais acelerada no final da gestação;
– circulação e pulsação cardíaca mais ativadas;
– temperatura um pouco mais elevada;
– aumento da secreção urinária;
– funções reprodutivas diminuem de intensidade;
– secreção láctea tem início.

As cabras se tornam mais lentas nos movimentos e se defendem dos machos que tentam cobri-las. Devem ter sempre água limpa e fresca à sua disposição, para que possam beber à vontade. Muito importante, também, é que recebam uma alimentação abundante, fresca, sadia e adequada, composta de alimentos nutritivos e digestivos como forragens verdes, fenos, grãos, farinhas, farelos, etc., variados e ricos em proteínas, sais minerais, vitaminas, etc. O melhor, no entanto, é fornecer-lhes uma boa ração balanceada, bem equilibrada e verde à vontade.

O consumo de alimentos aumenta nas últimas 6 semanas de gestação, formando uma reserva adiposa (de gordura) para permitir o seu uso, quando necessário, quando a cabra dela necessitar para suprir deficiências de alimentação por maior consumo devido, principalmente, à lactação.

Uma alimentação deficiente ou defeituosa e até mesmo a falta de água podem provocar distúrbios mais ou menos graves e até o aborto.

No último terço da gestação o feto dobra de peso e a cabra necessita de uma boa alimentação para alimentá-lo e para satisfazer as necessidades da sua próxima produção de leite. Por isso devemos, nessa ocasião, aumentar a ração para 600 ou 700g por dia.

Algumas vezes podem ocorrer gestações anormais como as intra-uterinas, a formação de fetos aleijados ou monstruosidades e podem até terminar em aborto.

A melhor época para as parições é na seca, nos meses de maio, junho e julho, no Sul e durante todo o ano, no norte do Brasil. Em final de gestação, deve ir para a baia maternidade, logo que comecem os sinais do parto.

O post Sintomas e cuidados com a gestação das cabras apareceu primeiro em Celeiro do Brasil.

Sem tags

112 total de visualizações, 1 hoje

  

Links patrocinados

Site do Café