Tosquia de ovinos

Tosquia de ovinos

Os ovinos criados para a produção de lã devem ser tosquiados com um intervalo de um ano. Um período maior entre elas pode proporcionar uma lã de maior comprimento e um maior rendimento ou volume. Entretanto, essa prática não compensa, porque a qualidade se torna inferior, devido a alterações no velo e nas próprias fibras, diminuindo o seu valor comercial.


A tosquia dos ovinos realizada pelos criadores é como a colheita que os agricultores obtêm com as suas plantações, ou seja, os seus resultados devem ser sempre lucrativos para compensar os trabalhos realizados pelo criador e o investimento nas operações, como contratação de pessoal, instalações, alimentação, cuidados veterinários, etc.

Ela é feita, em geral, com o emprego de aparelhos elétricos, como as cortadeiras ou tosquiadeiras, sendo considerada a mais importante operação na ovinocultura, pois é ela que costuma apresentar os melhores resultados obtidos na criação de ovinos. Na tosquia, ainda são empregadas, pelo sistema antigo, tesouras especiais.

A tosquia é um elemento de grande valor para a seleção dos ovinos, pois é ela que indica a qualidade e o volume da lã por eles produzida, permitindo assim o descarte dos animais de baixa produtividade ou cujos produtos sejam de qualidade inferior, abaixo dos padrões desejados ou exigidos pelo mercado. Por esses motivos, devemos selecionar para a reprodução somente os ovinos de maior produtividade per capita.

O melhor método para a sua produção é selecioná-los na tosquia, conservando apenas os animais que apresentam os melhores velos, tanto em qualidade quanto em peso ou quantidade. O objetivo a ser atingido é obter a maior média de lã per capita, o que só pode ser comprovado na tosquia, quando são selecionados os melhores animais.

Como definição, a tosquia é o conjunto de operações adotadas periodicamente para a retirada da lã dos ovinos, existindo diversos métodos ou sistemas para realizá-la. O mais importante, por ser o mais adotado, é o método comum, com o emprego da tosquiadeira elétrica e também o método australiano, que é empregado nos criatórios mais modernos e que possuam grandes rebanhos.

O emprego das máquinas tosquiadeiras elétricas apresenta uma série de vantagens, principalmente por tornar os trabalhos muito mais rápidos e perfeitos, além de facilitá-los, quando se trata de grandes rebanhos. Essas máquinas elétricas funcionam como uma máquina de cortar cabelo. Algumas máquinas são fixas e montadas dentro de galpões.

As épocas em que devem ser realizadas as tosquias variam de acordo com uma série de fatores como, por exemplo, a raça dos animais, as condições ambientais e o clima da região. Além disso o estado das forrageiras nativas, cujas sementes podem aderir aos velos e desvalorizar a lã, também é um fator a ser considerado.

No Brasil, em geral, a época das tosquias se situa entre o mês de outubro e o final de dezembro, variando de acordo com os desejos ou conveniência do criador, mas sempre ocorre uma só vez por ano.

O post Tosquia de ovinos apareceu primeiro em Celeiro do Brasil.

19 de novembro de 2018 15:50

255 visualizações, 0 hoje