Bem vinda, Visitante! [ Registrar-se | Entrar

A escolha da espécie de peixe para criação

A escolha da espécie de peixe para criação, COMO PLANTAR E CRIAR 12 de outubro de 2019

A escolha da espécie de peixe para criação

A piscicultura é a criação racional de peixes, normalmente com objetivos comerciais, ou seja, tendo em vista a obtenção de lucros. O Brasil, não há dúvida alguma, é um país privilegiado para essa atividade, pois possui uma grande quantidade das mais variadas espécies nativas de peixes de água doce e, o que é mais importante, que se adaptam, com mais ou menos facilidade, à sua criação artificial ou em cativeiro.

Entre as espécies nativas, podemos destacar, em ordem alfabética, as seguintes:

– apaiarí (Astronotus ocellatus); – cascudo (Hypostomus spp.); – curimatá (Prochilodus spp.); – dourado (Salminus maxillosus); – jundiá (Rhamdia quelen); – lambari (Astyanax spp.); – muçum (Symbranchus marmoratus); – pacu (Colossoma mitrei); – peixe rei (Odonthestes bonarienses); – piau verdadeiro (Leporinus spp.); – pintado (Pimelodus spp.); – piratininga (Colossoma bidens); – robalo (Centropomus unidecimalis); – tambaqui (Colossoma macropomus); – traíra (Hoplias malabaricus); – trairão (Hoplias lacerdae); – viola (Rineloricaria spp.).

Devemos citar, também, as espécies exóticas, criadas no Brasil:

– black bass (Micropterus salmoides); – carpa alemã (Cyprinus carpio); – carpa cabeça grande (Aristichthys nobilis); – carpa capim (Ctenopharyngodon idella); – carpa comum (Cyprinus spp.); – carpa espelho (Cyprinus carpio var. specularis); – carpa húngara (Cyprinus spp.); – carpa prateada (Hypophythalmichthys molitrix); – cat-fish (Ictalurus ponctatus); – tilápia comum (Oreochromis hornorum); – tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus).

Criação

Naturalmente, para uma exploração com fins comerciais, devem ser levados em consideração alguns fatores essenciais para o sucesso do empreendimento. O primeiro deles é, sem dúvida alguma, a existência de um mercado comprador para a produção do piscicultor, para que ele possa vender toda a sua produção e obter os lucros esperados. O segundo fator a ser considerado são as condições ambientais, inclusive a qualidade ou característica das águas disponíveis.

Em uma criação comercial, outro fator de grande importância é a rapidez com que o produto é obtido, ou seja, a precocidade da espécie do peixe que está sendo criado.

Como as condições de saúde do peixe influem de maneira decisiva na sua criação, é aconselhável criar espécies bastante rústicas e resistentes às doenças.

Naturalmente, a introdução de espécies exóticas deve ser feita com muito cuidado e com toda a precaução, pois elas podem competir com as espécies nativas e causar, muitas vezes, problemas no ecossistema.

Em resumo, ao decidir por uma ou mais espécies para a criação, o piscicultor deve avaliar o mercado para cada tipo de peixe, verificar a adaptabilidade da espécie em questão às condições locais e, ainda, a precocidade e rusticidade das espécies de peixes que podem ser criadas no local.

 

Site do Café

O post A escolha da espécie de peixe para criação apareceu primeiro em Celeiro do Brasil.

Sem tags

13 total de visualizações, 1 hoje

  

Links patrocinados

Site do Café