Os sentidos das cobras

Ao contrário dos humanos, as cobras têm a audição e a visão pouco desenvolvidas. No entanto, isto não significa que esses sentidos não sejam utilizados por elas.

Na audição, por exemplo, como as cobras não têm aberturas nos ouvidos, elas não podem captar o som pelo ar. Porém, seu ouvido capta as vibrações do chão, com auxílio da mandíbula inferior e dos ossos.

Quanto aos olhos, a maioria tem olhar estático, devido à falta de pálpebras móveis em muitas espécies. As cobras enxergam mal e por isto, não conseguem definir uma imagem com foco, bem como, não veem cores. Mas o modo de visão dependerá de cada espécie de cobra e de seu estilo de vida. Nas diurnas, por exemplo, a pupila é redonda e nas noturnas, vertical.

Por essas carências auditivas e visuais, o sentido mais importante das cobras é o olfato. É por meio dele que esses animais identificam presas, predadores e membros do sexo oposto. O curioso é que o olfato não é somente captado pelas narinas, mas também conta com o auxílio da língua bifurcada, que atraem as partículas de odor pelo ar, as quais são decodificadas pelo cérebro.

As cobras não têm o sentido do paladar.

Adubo para Grama

O post Os sentidos das cobras apareceu primeiro em Celeiro do Brasil.

13 de novembro de 2019 17:40

489 visualizações, 0 hoje