Saúde e doenças dos animais

Saúde é um estado caracterizado pela atividade normal e regular no funcionamento, na estrutura e na composição dos elementos do organismo animal. Cada diferente espécie animal demonstra seus sinais de saúde de maneira diferente, por exemplo, a temperatura do corpo, normal, varia de espécie para espécie. Desta forma, a mesma temperatura pode ser considerada sinal de saúde em um animal e um sinal de grave doença em outra espécie.

Ao contrário do estado de boa saúde, a doença é caracterizada por modificações no funcionamento normal, na estrutura ou na composição dos elementos do organismo. Existe, ainda, entre a saúde e a doença, um estado intermediário que, embora se caracterize por alterações anatômicas, fisiológicas, estruturais ou químicas do organismo, não é considerado como doença. Podemos dar, como um simples exemplo, as alterações no batimento do coração ou freqüência cardíaca, quando o animal faz exercícios ou corridas ou, ainda, quando sofre um “susto”.

O que produz as doenças

Para que possamos combater as doenças, é preciso que saibamos o que as produz, isto é, quais as suas causas e origens. Podemos agrupá-las em 3 categorias:
– infecto-contagiosas: produzidas por bactérias e vírus. Temos, por exemplo, a brucelose e a febre aftosa;
– parasitárias: neste casos, os agentes são parasitas internos ou externos. Neste grupo, encontramos doenças como as sarnas, vermes e a coccidiose;
– orgânicas: são, de certa forma, as doenças menos perigosas nas criações, porque não se transmitem de um animal para outro. Temos, como exemplo, o raquitismo.

Sinais de doenças

Os sinais de doenças variam muito de acordo com a espécie animal e com a própria doença, ou seja, doenças diferentes provocam diferentes sintomas e diferentes espécies animais podem reagir de maneira diferente às mesmas doenças. Entretanto, podemos dizer, de maneira geral, que existem certos sinais que podem indicar ao criador que suspeite de algum problema de saúde com seus animais. Estes “indícios” ou sintomas se aplicam à maioria dos animais e podem ajudar na identificação precoce de algumas doenças. Os sintomas mais comuns, entre outros, são:
– olhar triste;
– falta de brilho nos pelos ou penas;
– queda de pêlos ou penas;
– alteração no comportamento (demonstração de raiva ou tristeza);
– alteração sensível na temperatura corpórea;
– feridas ou calombos pelo corpo;

– falta de apetite;
– surgimento de corrimentos anormais como pus ou sangue;
– diarréias;
– inflamações, abcessos ou outras lesões nos lábios, boca ou bico;
– alteração visível no movimento respiratório (aumento da velocidade ou demonstração de dificuldade para respirar).

Para estudar, lidar ou dar mais informações sobre as doenças, o criador deve seguir os seguintes itens:

– etiologia, isto é, a causa da doença;
– patogenia, ou seja, como se desenvolve a doença;
– diagnóstico ou a sua forma de identificação;
– terapêutica, ou seja, o modo de tratar a moléstia;
– profilaxia, que é o conjunto de medidas para evitar o seu aparecimento.

O mais importante, no entanto é que, em caso de suspeita de alguma doença, o criador procure imediatamente o auxílio de um médico veterinário.

Adubo para Grama

O post Saúde e doenças dos animais apareceu primeiro em Celeiro do Brasil.

12 de novembro de 2019 19:30

385 visualizações, 0 hoje